Janete Capiberibe - Itens filtrados por data: Abril 2017

02/05/2017
No último domingo (30), índios da etnia Gamela foram brutalmente atacados por um grupo ligado a fazendeiros por causa de uma disputa territorial no município de Viana, a 214 Km da capital maranhense. Os homens estavam armados com facões e armas de fogo. Segundo o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), 13 indígenas foram feridos sendo que dois deles tiveram as mãos decepadas e cinco foram baleados.

De acordo com o Cimi, os indígenas decidiram se retirar do Povoado das Bahias, uma área tradicional retomada, localizada em Viana, quando sofreram uma investida dos homens armados. Pouco puderam fazer em defesa própria e muitos correram para a mata na tentativa de se proteger. “Fomos pegos de tocaia enquanto a gente saía da retomada. Mal podemos nos defender, olha aí o que aconteceu”, diz um gamela que testemunhou a agressão.

O massacre provocou reação de parlamentares do PSB. O senador João Capiberibe (PSB-AP) destaca que esses ataques mostram o descontrole do Estado no combate à violência. O socialista lembrou ainda do assassinato de trabalhadores rurais no município de Colniza, no Mato Grosso, no mês passado, também em disputa por terra.

“O massacre de nove trabalhadores rurais do assentamento Taquaruçu, em Colniza, interior de Mato Grosso, há duas semanas e o ataque aos índios da etnia Gamela, no Maranhão, mais a violência urbana cotidiana, demonstram que o atual governo está perdendo o controle e que poderá levar o Brasil a um grave conflito social”, avaliou.

A deputada Janete Capiberibe anunciou seu total repúdio ao ataque à comunidade Gamela. “Nosso repúdio a mais este ataque aos povos indígenas do Brasil que lutam incansavelmente por suas terras tradicionais, tendo seus direitos violados sistematicamente pelos governos e pelos diversos setores dos que se autointitulam ‘agronegócio'”, afirmou.

A parlamentar ressaltou ainda o dever do Estado em cumprir o estabelecido na Constituição e garantir terras tradicionais aos povos indígenas. “A violência contra indígenas, agricultores e quilombolas aumentou no último ano causa da mudança de governo, que tem uma posição política de não garantir os direitos dos grupos com menor poder econômico. Se o Estado se posiciona do lado dos que têm maior poder econômico, em vez de mediar e buscar solução para os conflitos, essas populações correm o risco de ser dizimadas”, disse.

A senadora Lídice da Mata também manifestou seu apoio aos indígenas. “Toda a minha solidariedade aos índios que foram atacados no Maranhão”, declarou.

Os Gamelas já foram alvo de ataque outras vezes, de acordo com o Cimi. Em 2015, tiros foram disparados contra a comunidade. Em 2016, três homens armados invadiram outra área, mas foram expulsos pelos índios, que mesmo sob a mira de armas de fogo os afastaram da comunidade.

Assessoria de Comunicação/PSB Nacional

- See more at: http://www.psb40.org.br/noticias/socialistas-repudiam-ataque-comunidade-indigena-no-maranhao/#sthash.FPjEk4LR.dpuf

Publicado em Notícias
Pagina 4 de 4

Últimas Notícias

Atuação Política

Cadastre-se para receber as últimas novidades da Deputada Janete Capiberibe.

Contato

...