O deputado federal Ciro Gomes(PSB-SP), pré-candidato à Presidência da República, chega à Macapá na madrugada dessa sexta-feira, 09. Ele visita o estado a convite do presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro, o ex-governador João Capiberibe. "Preparamos uma agenda que proporciona ao nosso pré-candidato uma visão de políticas públicas bem sucedidas que o governo do PSB implantou no Amapá. Essas experiências podem servir de base para a Amazônia e para o Brasil.

Brasília, 06/10/2009 – A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP) reivindicou ao escritório da empresa de telefonia móvel “Oi”, no Amapá, a implantação do serviço em sete municípios do estado: Serra do Navio, Pedra Branca, Itaubal, Amapá, Tartarugalzinho, Cutias e Pracuúba. Segundo a deputada, esses municípios estão completamente isolados. “Viajo pelo estado, ouço os relatos dos moradores e percebo pessoalmente a falta do serviço no interior do Amapá.

Brasília, 30/09/2009 – A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP) participou de audiência pública que pediu ao Ministério da Educação a ampliação dos corpos técnico e docente das universidades federais da Amazônia. “É uma reivindicação que fazemos, junto com os reitores das universidades, há vários anos, inclusive no ano passado, na presidência da Comissão da Amazônia”, lembra a deputada. “O desenvolvimento da Amazônia passa, necessariamente, pela produção tecnológica, científica e acadêmica das nossas universidades e centros de pesquisa”, completa a socialista. Demanda – Os reitores e parlamentares federais da bancada da região Norte foram recebidos na terça, 29, pelo secretário executivo do MEC, José Henrique Paim, e pela Secretária de Educação Superior, Maria Paula Dallari Bucci. Com eles, trataram do projeto de lei 1.746/2007, do Executivo, que cria 7 mil e 800 novas vagas de professores e técnicos nas universidades federais brasileiras.

Segunda, 31 Agosto 2009 11:36

Mulheres têm o direito de escolher

A deputada Janete, o médico Silvio, a parteira Suely e parteiras do Maranhão

Brasília, 28/08/2009 - “Este patrimônio não pode ser negligenciado nem o direito da mulher”, afirmou a enfermeira obstetra e parteira Silvéria dos Santos, referindo-se ao trabalho milenar das parteiras e ao direito das mulheres de optar pelo parto natural e domiciliar. Maria Helena Machado afirmou que “o Ministério [da Saúde] está sempre aberto ao diálogo democrático para a gente buscar o melhor para o Sistema Único de Saúde”.

Deputados, técnicos e parteiras debateram a importância de legalizar a ativdade na saúde públicaBrasília, 27/08/2009 – A audiência pública das Comissões de Seguridade Social e Família e de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados procurou a convergência para o reconhecimento da atividade das parteiras tradicionais, sua inclusão no serviço público de saúde e a remuneração pelo seu trabalho. Durante a reunião, foi apresentada a experiência desenvolvida no município de Maués, Amazonas, onde 15 parteiras atuam dentro do hospital local em conjunto com os clínicos gerais. Neste ano não houve nenhuma morte materna ou infantil na unidade.

Atuação Política

Cadastre-se para receber as últimas novidades da Deputada Janete Capiberibe.

Contato

...