Quarta, 10 Maio 2017 17:44

Começam estudos antropológicos em comunidades quilombolas do Amapá

Financiamento é feito com emenda da deputada JaneteFinanciamento é feito com emenda da deputada Janete

 Macapá, 10/05/2017 - O chefe do Serviço de Regulamentação dos Territórios Quilombolas do Incra/AP, Mateus Francis Pagliarini, informou, na manhã desta quarta-feira, 10, que as empresas vencedoras da licitação para executar os relatórios e estudos antropológicos de terras quilombolas já começaram apresentar às comunidades para explicar como será feito o estudo e colher informações. A próxima reunião deve ocorrer nesta sexta, 12, com a comunidade de Santa Luzia do Maruanum.

Essa é a primeira etapa para dar início aos estudos antropológicos. Após o primeiro encontro, as empresas têm 15 dias para apresentar a elaboração do plano de pesquisa, que é avaliado pelo Incra, para, depois, cair, literalmente, em campo. O prazo para concluir esses relatórios é novembro deste ano.

“Como as empresas contrataram um antropólogo por comunidade, a nossa expectativa é de que o estudo antropológico ocorra dentro da previsão do contrato. Por enquanto, tudo está de acordo com o cronograma”, informou Pagliarini.

A realização dos estudos antropológicos está sendo financiado com emenda da deputada federal Janete Capiberibe (PSB) no valor de R$ 500 mil, para beneficiar oito comunidades quilombolas: Curralinho, São João I do Maruanum II, Santa Luzia do Maruanum, Campina Grande, em Macapá, São Miguel do Macacoari, em Itaubal, Igarapé Lagoa do Maracá, em Mazagão, e Alto Pirativa e Santo Antônio do Matapi, em Santana.

O recurso quase foi perdido num entrave burocrático. No entanto, após reunião da deputada Janete e do senador João Capiberibe (PSB), em outubro do ano passado, com a superintendente do Incra no Amapá, Maria Assunção de Almeida, a situação foi resolvida. É que a verba foi parar na Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, sendo necessária a articulação dos dois parlamentares para que o dinheiro fosse depositado na conta do Incra.

Os moradores das áreas beneficiadas, as assessorias do senador Capi e deputada Janete e os próprios parlamentares, por meio da Gestão Compartilhada, acompanham por grupos de WhatsApp e Facebook o andamento de todo o processo, trocando informações e mantendo a comunidade informada.

Paulo Ronaldo

Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP       

Atuação Política

Cadastre-se para receber as últimas novidades da Deputada Janete Capiberibe.

Contato

...